uti aerea
uti aerea
Teste

Uti aérea de Rio Branco para São Paulo

No último mês de outubro, a Sete realizou em Rio Branco no Acre, o transporte, via UTI aérea da paciente Dijamile Macário Darub, de 66 anos, para Goiânia. A paciente apresentava um quadro de linfonodomegalia nas axilas.

A linfonodomegalia é o aumento do tamanho dos linfonodos, também conhecidos como gânglios linfáticos. A linfonodomegalia pode ser generalizada ou localizada numa determinada região do corpo, afetando todo um conjunto de linfonodos (cervical, mediastinal, axilar, inguinal, etc).

Os linfonodos são pequenos órgãos de defesa localizados no trajeto dos vasos linfáticos. Os gânglios linfáticos atuam como filtros da linfa podendo reter, destruir ou retardar a proliferação de micro-organismos (bactérias, vírus, protozoários) e células cancerígenas pelo organismo.

A linfonodomegalia pode ser causada por infecções ou inflamações, alergias, doenças reumatológicas e câncer. O aumento do linfonodo significa que o corpo está reagindo a alguma infecção ou a agentes agressores.

As aeronaves da Sete são equipadas para todo tipo de emergência e contam com: oxímetro, capnógrafo, bombas de infusão, cardioversor CMOS DRAKE, monitor cardíaco dash-3000, kit lifeport, incubadora, monitor cardíaco b-40, ventilador pulmonar, respirador volumétrico, ked adulto, glicosímetro, sistema suplementar de energia, sistema suplementar de oxigênio, dispositivo para imobilização, desfribrilador e cardioversos, marcapasso cardíaco não invasivo, respirador mecânico pneumático, além de kit de medicamentos e materiais.
A Sete Táxi Aéreo deseja uma feliz e rápida recuperação para a senhora Dijamile sua família.